quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Subsídios dos ativos caem na conta nesta sexta

O Governo do Estado contatou as associações representativas de praças para informar que os subsídios dos ativos da Polícia e Bombeiros Militares estará na conta nas primeiras horas desta sexta-feira (17). A expectativa é de que às 10h os recursos estejam disponíveis para os militares inativos, mas ambos serão pagos nesta sexta-feira.


terça-feira, 14 de novembro de 2017

ANASPRA e Lotin sofrem ataques nas redes sociais

A Associação Nacional de Praças (ANASPRA) e seu presidente, Elissandro Lotin, sofreram recentes ataques nas redes sociais. Grupos ligados ao Movimento Brasil Livre (MBL) e Movimento Viva Brasil (MVB) escreveram mensagens de ódios e tentaram desqualificar a página da entidade representativa no Facebook por meio do sistema de avaliação, concedendo notas mínimas à publicação.

Maior representante dos praças no Brasil, a Anaspra presta um valioso serviço aos profissionais militares, na medida em que defende a categoria responsável pelo policiamento ostensivo, o mais próximo da população. Cercear a sua comunicação é uma atividade irresponsável praticadas por grupos que não entendem a sua função e a sua importância.

Por isso, é preciso evitar que esse tipo de ataque prossiga ou tenha qualquer tipo de êxito. Para ajudar a manter a página do Facebook da Anaspra, acesse-a por meio do link https://www.facebook.com/pg/anasprabrasil/reviews/?ref=page_internal, clica na opção 'avaliar' e conceda cinco estrelas ao espaço. Também é possível deixar uma mensagem de apoio à associação. 

Preservar estruturas democráticas que defendem a Segurança Pública e a valorização de seus profissionais é papel de todos. 

Assessoria de Comunicação das Associações de Praças do RN


domingo, 12 de novembro de 2017

Assembleia Geral reelege Elisandro Lotin presidente da Anaspra

Representantes de 14 estados da federação, em alguns casos com a participação de integrantes de mais uma entidade, somando ao todo cerca de 130 participantes, acompanharam os três dias de debates e discussões do 13º Encontro Nacional de Praças (Enerp) em Florianópolis, entre 8 e 10 de novembro. O evento foi promovido pela Associação Nacional de Praças (Anaspra) e organizado pela Associação de Praças de Santa Catarina (Aprasc).

Ao final do evento, a assembleia geral das entidades representativas de praças aprovou a prestação de contas da gestão 2014/2017. A assembleia também elegeu ainda uma nova diretoria, reconduzindo o cabo Elisandro Lotin de Souza ao cargo de presidente da Anaspra.

Nas manifestações finais, o deputado federal Subtenente Gonzaga (PDT-MG) convocou todas as entidades para participar mais efetivamente das atividades de interesse da categoria no Congresso Nacional. Ele colocou o mandato na Câmara dos Deputados da luta. Reeleito presidente, Lotin agradeceu a confiança de todos e conclamou os praças a fortalecer e unificar a luta. “A gente só vai conseguir vencer se continuar lutando e continuar unido”, resumiu. O anfitrião do evento, subtenente Edson Fortuna, celebrou o 13º Enerp como um espaço importante e necessário para organização da categoria. “As entidades saem daqui com um saldo muito maior do que chegaram”, disse.

Representatividade

Participaram delegados de entidades representativas dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Alagoas, Paraná, Ceará, Bahia, Rondônia, Roraima, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Sergipe, Mato Grosso e do próprio estado-sede Santa Catarina.

As notícias sobre as palestras estão publicadas no site do Enerp.

Veja a diretoria eleita:

Presidente: Elisandro Lotin de Souza (SC)

1º Vice-presidente: Marco Prisco (BA)

2º Vice-presidente: Eliabe Marques da Silva (RN)

Secretário-executivo: Héder Martins de Oliveira (MG)

Vice-secretário executivo: Wagner Simas Filho (AL)

Diretor Tesoureiro: Everson Henning (SC)

Vice-diretor Tesoureiro: Eliziano Queiroz (CE)

Diretor Jurídico: Marco Antônio Bahia Silva (MG)

Vice-diretor Jurídico: Renato Martins Conceição (ES)

Diretor de Relações Institucionais e Assuntos Legislativos: Jesuíno Boabaid (RO)

Vice-diretor de Relações Institucionais e Assuntos Legislativos: Paulo Fernando dos Anjos (BA)

Diretor de Formação e Mobilização Política: Pedro Queiroz da Silva (CE)

Vice-diretor de Formação e Mobilização Política: Dalchem Viana (RN)

Diretor Regional Norte: Francisco dos Santos Sampaio (RR)

Diretor Regional Nordeste: Luciano Falcão (PE)

Diretor Regional Sul: Orélio Fontana Neto (PR)

Diretor Regional Sudeste: Claudio José Balotari de Souza (SP)

Diretor Regional Centro Oeste: Laudicério Aguiar Machado (MT)

Diretor Coordenador de Direitos Humanos: Antonio Carlos dos Santos (SE)

Vice-diretor Coordenador Direitos Humanos: Fabricio Alexander Luis Lima (MG)

Conselho Fiscal: Galesco (SP), Reginauro Sousa do Nascimento (CE), Almir Armelim (SP), Pedro Paulo Boff Sobrinho (SC) e Svetlana Barbosa da Silva.

Fonte: Anaspra


quarta-feira, 8 de novembro de 2017

NOTA PÚBLICA SOBRE DECLARAÇÕES DO GOVERNO

As Associações Representativas de Praças Policiais Militares e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte esclarecem que o anúncio da Sra. Sheila Freitas, Secretária de Segurança Pública e Defesa Social, sobre o pagamento dos trabalhadores da segurança ser colocado em dia na segunda-feira próxima, da forma como foi colocado, excluindo inativos e pensionistas, em nada modifica a programação prevista para o dia 13 de novembro.

A atividade da próxima segunda-feira foi uma deliberação dos trabalhadores PMs e BMs em Assembleia Geral Unificada e, somente em Assembleia poderá ser suspensa, cancelada ou modificada.

Não é sugerindo o viés político-eleitoral ao legítimo movimento de PMs e BMs que o Governo do Estado vai impor o sacrifício aos inativos e reservistas.

Nada mudou. Nosso ponto de encontro é segunda-feira, 13 de novembro, às 8h, em frente à Governadoria. 

Associações Representativas de Praças PMs e BMs do Rio Grande do Norte


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Praças policiais e bombeiros militares decidem por manifesto em frente à Governadoria na próxima segunda

Os militares, de folga e de serviço, estarão neste dia 13 concentrados em frente à Governadoria, em Natal, a partir das 8h, num manifesto sem hora para acabar. Eles vão estar fardados e desarmados para o ato.

Decidida em assembleia geral unificada realizada nesta segunda-feira (6) pelas associações do Rio Grande do Norte, essa paralisação protesta contra as condições de trabalho precárias dos profissionais de Segurança Pública, especialmente as remuneratórias.

Com dois meses de salários atrasados, as dificuldades enfrentadas pelos militares se agravam a cada dia. Muitos não possuem recursos suficientes mesmo para o simples deslocamento até onde vão prestar o serviço. Vale lembrar que as categorias militares não recebem auxílio-transporte.

A remuneração é direito mais básico e elementar do trabalhador. Caso o pagamento dos salários não de dê dentro do estabelecido pela lei, policiais e bombeiros do Estado vão estar em permanente manifesto reivindicando esse seu direito. 

No encontro deste dia 6, outras entidades representativas, mesmo civis e de diversas áreas, como saúde, estiveram presentes.

Assessoria de Comunicação das Associações de Praças do RN



sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Associações convocam militares para Assembleia Geral sobre atraso de salários

As associações de policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte convocam toda a categoria para uma Assembleia Geral Unificada, a ser realizada na segunda-feira (06), a partir das 15h, no Clube Tiradentes, em Natal. 

Marcado para tratar de atraso salarial, o encontro pode resultar numa possível interrupção das atividades de Segurança Pública, em face da situação extrema a que chegou o caso. As remunerações não são pagas em dia desde fevereiro de 2016.

No dia 24 de outubro, os militares fizeram uma grande manifestação, considerada uma das maiores do ano. O Governo do Estado chegou a receber representantes da categoria e fazer promessas de melhoria, mas o que se vê, de fato, é a ausência de normalização do pagamento. 

Este ano, a Assembleia Legislativa autorizou o Estado a realizar um empréstimo milionário, mas o secretário do Planejamento e das Finanças, Gustavo Nogueira, disse, no último encontro com os militares, que o valor não será suficiente para atualizar o pagamento dos salários.

De acordo com o gestor, o valor a ser utilizado não ultrapassa os R$ 200 milhões, enquanto a folha de pagamento tem o valor de R$ 219 milhões mensais.

A presença de todos é fundamental neste momento de tomada de uma decisão imprescindível. Todos precisam participar da luta pela normalização das remunerações no RN.

Assessoria de Comunicação das Associações de Praças do RN